Reserve agora
+55 (11) 2503-0195 ou +55 (11) 2503-0196
  • fachada

Lembra-se das propagandas de uma pousada em Paraty nos filmes em VHS dos anos 80 e 90?! Descubra agora a história que existe por trás da Pousada do Sandi – uma história de amor por uma cidade, vivida por 03 gerações nos últimos 50 anos.

Joviro Foz (pai da atual proprietária) descobre Paraty através do convite de um amigo, o Sr. Jamil Klink, pai do grande navegador Amyr Klink.

Sr. Jamil, que tinha algumas propriedades na região, mostrou à Joviro o local que hoje é a Villa Bom Jardim. Foi amor à primeira vista! O local se tornou um refúgio da família para os momentos de lazer.

Naquele tempo, Paraty tinha um acesso precário por uma estrada de terra, os carros precisavam descer em comboio. Lampiões iluminavam as ruas da cidade pitoresca. Era uma joia! A família estabeleceu uma relação de amizade mantida até os dias de hoje com a comunidade local.

Na década de 80, Sandra Foz (filha de Joviro) conhece seu futuro marido, Alexandre Adamiu, presidente da Paris Filmes. Ela o convida para conhecer seu refúgio e, novamente... Amor à primeira vista! Alexandre, que era um visionário, viu aquele local como algo especial. Comprou um casarão abandonado e sem perspectivas no coração do Centro Histórico. Após 06 anos de reforma, em 1987, ele presenteia Sandra com a Pousada do Sandi – primeira pousada de luxo de Paraty, um sucesso desde o começo!

Cinema – Alexandre decidiu colocar propagandas da Pousada e de Paraty antes do começo dos filmes de longas-metragens da Paris Filmes, o que tornou a Pousada do Sandi famosa no Brasil. Grandes nomes do cinema internacional e nacional estiveram nela a convite do casal.

Curiosidade: foi Alexandre quem trouxe o Filme King Kong para o Brasil – o 1° a romper a barreira de um milhão de dólares no país. Dois grandes King Kong, que serviram de display nos cinemas durante seu lançamento, encontram-se nos Jardins da Villa Bom Jardim (citada no início do texto), sendo possível visualizá-los ao passear de barco pela Baia de Paraty.

Decoração: a proprietária, Sandra Foz, é a responsável por cada detalhe que há na pousada. Ela optou por uma decoração tropical, com obras de artistas locais, juntamente com uma decoração cinematográfica (devido à ligação da família com este ramo), com memorabilia de cinema, incluindo um lindo projetor 35mm, cartas originais escritas à mão de Rita Hayworth para Jack Warner e recordações de Alfred Hitchcock, assim como pôsteres de clássicos, os quais você pode ver pela pousada.
Sem dúvidas, a decoração é um dos grandes diferenciais da Pousada do Sandi!

Em 2008 Sandra recebe a honra de cidadã Paratiense, junto com a chave da cidade, das mãos do prefeito em reconhecimento à sua dedicação à comunidade local, e ao amor dado à Paraty.

O nome “Pousada do Sandi” é uma homenagem ao Pai de Alexandre, o imigrante Romeno e fundador da Paris Filmes, Sandi Adamiu. Mesmo nome é dado ao filho único do casal, que hoje cuida dos negócios da família. Inclusive, em 2007, ele e seu sócio na Paris Filmes conseguiram algo inédito: fazer de Paraty cenário de um blockbuster mundial! Eles levaram para a cidade as filmagens do Filme Amanhecer – 4° parte da Saga CREPÚSCULO, sendo o destino de lua de mel escolhido pelos românticos vampiros.

Dos King Kongs aos Vampiros, são muitas histórias de amor da família em Paraty!


Fechar